Não me importa quem ganhou ou quem perdeu no debate.

Não me importa quantas pessoas o viram.

Não me importa se alguém mudou de opinião.

Só me importa isto:

hoje, o meu pai,
que há pouco mais de dois anos me insultou, que desde então nunca abordou o tema da minha homossexualidade, à frente do qual nunca me atrevi a dizer o nome das minhas namoradas e tenho sempre de pensar 3 vezes antes de dizer algo que envolva a minha homossexualidade e de quem sou obrigada a ocultar uma grande parte da minha vida,

sabendo qual era o tema do programa Prós e Contras, quando terminou o trabalho,

veio sentar-se no sofá ao meu lado, mostrou saber bem quem era Miguel Vale de Almeida, esteve atento e interessado enquanto lhe explicava quem era cada uma das pessoas do "pró", ouviu atentamente a minha explicação sobre a razão porque nunca poderemos aceitar uma figura semelhante ao casamento mas com outro nome, deixou-se vencer pela minha argumentação contra a pretensa prosmicuidade dos homossexuais como fundamento para a sua discriminação na doação de sangue e mostrou-se (sem ser necessário eu dizer qualquer coisa) totalmente a favor da adopção por casais homossexuais (o que nem a minha mãe é...).


Isto, sim, importa e é já a maior das vitórias.

9 sobreviveram ao "lápis azul":

orquídea disse...

Bom dia!
Uma bela vitória. Estou sorrindo por ti e contigo :)

Beijinhos

Dantins disse...

Nem imaginas o sorriso que este teu post me deu.
São estas grandes vitórias que nos fazem continuar a acreditar que as coisas vão mudar e que a sociedade vai acabar por perceber que é mais que justo sermos tratados como iguais.
Grande pai :)

AD disse...

Teres um pai assim, isso sim, é uma grande vitória!!!

Dá os meus parabéns ao teu pai por ser uma pessoa que não discrimina quem simplesmente ama!!!

Beijo *

Maria Papoila disse...

Afinal houve vencedor... aí em casa.

Essa é uma grande vitória, olha que nem sempre isso acontece.

@rco Íris disse...

woooow, espero que já não estejas de queixo caido com esta agradavel surpresa :)*

subtilezas disse...

cum catano gayja!

já me deixaste lacrimejante, ai ai. fico mesmo feliz. um dia, o bom senso, a lógica e a lucidez triunfarão finalmente. a vida faz-se destas grandes vitórias.

eu não vi o debate, q n tenho essa caixinha de pandora monstruosa, mas acredito na mudança. estive em madrid este fim de semana e confesso q vi mais casais gays assumidos q hetero. q risota.

aqui também vai mudar. no fundo o mais importante são quem amamos. parabéns p ti q és uma lutadora:P

subtilezas disse...

ah e descupa, podes explicar melhor a cena do sangue? é q outro dia falei disso e veio logo alguem dizer q isso era antes, q agora n há discriminação. gostava de ser esclarecida.

a disse...

As surpresas vêm, por vezes, de onde menos se espera.

Haja pai!

Nina disse...

Ganha-se uma batalha, uma a uma. Até se ganhar a guerra ;)