Desilusão (4) ou "facada nas costas"

Ando tão perturbada com a questão em torno do sentido do voto dos senhores deputados no dia 10 de Outubro que nem consigo escrever nada!

Sou de uma família de tradição socialista.
As pessoas que me rodeiam são, na sua maioria, socialistas. Alguns amigos dos meus pais ocupam cargos dependentes de nomeação política na Administração Pública, outros são membros do PS e foram eleitos para cargos em autarquias e na Assembleia da República.
Acho que posso dizer que era inevitável, tendo em conta a educação que recebi, que mais cedo ou mais tarde também eu iria votar no PS.

Contudo, se dia 10 de Outubro a maioria dos deputados deste partido votarem contra a proposta de alteração do Código Civil que prevê a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, eu juro:

nunca mais o PS terá o meu voto!

Nunca mais!!


Desde que começou a ser levantada esta questão, tenho-me sentido profundamente atraiçoada!

Atraiçoada como cidadã!

Atraiçoada como eleitora!

E desrespeitada como ser humano!


Quem ler este post pensará certamente que se encontra perante algo escrito por uma pessoa visivelmente perturbada. Pois é verdade.

Este assunto perturba-me!
Não posso permitir que o meu País continue a tratar-me como cidadã de segunda! É inadmissível!

E o Manuel Alegre... Eu votei nele... Filho de uma grandessíssima ****!

10 sobreviveram ao "lápis azul":

Maísha disse...

vamos ver... mas como eu costumo dizer n te esqueças... estamos em Portugal... eu só votei uma vez ps, acho q qd votei a primeira vez. entretanto tenho votado sp no mesmo partido, ainda q n seja perfeito é preciso no meio daqueles legumes. e votos em branco, tb faço, qd estou zangada.

Maria Papoila disse...

Andaste enganada estes anos todos, tá visto!

AD disse...

Eu nunca votei PS, mas votei Manuel Alegre pq considero-o um defensor da democracia e dos direitos de todos... quer dizer, perante as suas declarações sobre a votação de dia 10 de Outubro e os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, começo a ter as minhas dúvidas.

subtilezas disse...

tchiiii...eu também fui na cantiga do alegre, mas de facto depois desta... poeta dum raio. eu não tenho tv e evito ler jornais por isso fui agora pesquisar no google essa cena do alegre. não vejo o futuro, mas neste caso quase que o adivinho. os tugas são muito hipócritas e moralistas. no meio disto tudo o melhor mesmo é procurar a verdade dentro de nós. não sei se isto me torna mais cínica ou mais egoista, mas sofro menos. beijos gayja, vou bombardear as caixas de email dos de*puta*dos*
cyber*terrorismo*

Maísha disse...

isso é interessante ad. "começas a ter dúvidas"

AD disse...

Sim, maísha, começo a ter dúvidas quanto ao facto de o Manuel Alegre se intitular acérrimo defensor dos direitos democráticos e de estes se aplicarem a todos os cidadãos. E digo que começo a ter dúvidas pq o mais provável é que, aquando da apresentação pelo PS de um projecto-lei para o casamento entre pessoas do mesmo sexo, ele vote a favor.
Estamos, pois, perante uma atitude hipócrita.
Mas, enganou-me uma vez (levou o meu voto) não me volta a enganar!

Gayja disse...

Bem, já estou a ver que não fui a única que caiu na cantiga "daquele pessoal".

maisha,
eu sou contra o voto em branco. melhor dizendo, não sou contra a existência dessa possibilidade mas nunca fiz e não pretendo fazer uso dela.

maria papoila,
sim, apanharam-me...

cara subtil,
cyber-terrorismo à maneira era arranjar um vírus qualquer que lixasse o sistema de voto dos de*puta*dos na Assembleia e todos os que carregassem no botãozinho do não contavam como sim! Conheces alguém com essa capacidade? ;)

ad,
é incrível a contradição em que o Alegre se "meteu"!
E sim, estamos perante uma atitude hipócrita daquelas mesmo flagrantes!
Eles bem tentam arranjar desculpas agora para justificarem o seu voto contra mas só se "enterram" ainda mais!
Esperamos pela próxima legislatura para o PS avançar com a sua proposta sem uma maioria na Assembleia que garanta a sua aprovação para assim poderem passar a próxima década a dizer «nós até tentamos, mas não foi aprovado porque não tínhamos deputados suficientes. Mas nós até somos a favor, estão a ver? não foi culpa nossa. Agora só voltamos a discutir este assunto daqui a uns anos...»
Como se diz cá no norte, e se fossem gozar com o cara***?!

Maísha disse...

enfim. é claro q nos enganamos todos de uma maneira ou de outra. e eu vi muita gente enganar-se acerca do alegre. uma das pessoas que mais me surpreendeu, foi minha colega na faculdade, uma pessoa cuja inteligência e sensibilidade humana admiro muitíssimo. ela era uma das principais intervenientes na campanha dele, por motivos de exposição pessoal (dela) não vou dizer quem nem porquê. quando soube isso nem queria acreditar, mas percebi que como ela haveria muitos e tive medo que ele ganhasse na altura.
ontem à noite estava a pensar sobre isto quando acabei o meu dia. pensei: "eu de facto já só me deixo enganar no amor". «deixo» underlined.
em relação ao voto em branco: :-) gayja, eu já disse essas palavras! acho q o voto em branco é o cúmulo da desilusão sabes. o cúmulo da frustração. o q eu nunca farei (a n ser q esteja em coma ou qq coisa assim) é deixar de ir votar.
ad, eu achei interessante o teu "começo a ter dúvidas" pq achei q podia quase funcionar como uma metáfora.

Lezzie disse...

Não volto a comentar a atitude do PS e da JS porque me irritam e já disse o que tinha a dizer (fartadoarmario.blogspot). Do Alegre...é mais do mesmo e espanta-me que se tenha demorado tanto tempo a perceber. Neste tema estou com o Bloco que, pelo menos, nunca fez falsas promessas e lá vai organizando umas jornadazitas LGBT...

Ana disse...

Vota Bloco de Esquerda :)