Continuo a não acreditar em deus

No dia 12 deste mês, questionava-me se não existiria justiça divina (neste post).

Hoje, depois de ter sido alertada aqui e aqui, cheguei à conclusão que:
  1. quem diz que os homofóbicos só o são por terem coisas mal resolvidas na sua própria orientação, tem absoluta razão,
  2. que, se a justiça divina existe, é mesmo implacável, carago!

«O sucessor do líder populista Joerg Haider, Stefan Petzner, está a causar alguma agitação na Áustria ao afirmar que mantinha uma relação "que ia para além da amizade" com o falecido líder do BZOe, que morreu no dia 11 de Outubro num desastre de automóvel.

(...)
Porém, depois do acidente de automóvel que o vitimou, foi revelado que não só o líder populista – que foi durante muitos anos a face da extrema-direita austríaca – conduzia em excesso de velocidade, como tinha níveis de álcool no sangue quatro vezes superiores ao permitido. Ficou igualmente a saber-se então que Haider tinha passado as suas últimas horas de vida num bar “gay” em Klagenfurt, capital do estado do qual era governador.

O novo líder do BZOe confessou ter sentido uma “atracção magnética” pelo líder populista, mais velho que ele 31 anos, admitindo ainda ter sempre receado que a relação entre os dois não sobrevivesse à diferença de idades.»


O amor é tão lindo, não é?

3 sobreviveram ao "lápis azul":

Berto disse...

Dumb question: o que é que isso tem a ver com o acreditar ou não em Deus?

Dantins disse...

Ai ai, @ berto não tem acompanhado devidamente o Coisas de Gayja!

Eles acabam por se revelar, nem que seja através de outros e depois de mortos :P

O amor é mesmo lindoooo!

Gayja disse...

berto, jutiça divina «=» deus «=» o post anterior...

dantins, só tu me entendes!! ;p