Lesboa?

Eu queria só dizer seis ou sete coisas a propósito da famosa festa a que, finalmente, tive o prazer de ir:

1. CLICHÉ! CLICHÉ! CLICHÉ! («ó Gayja, mas o que é que tu querias? Qual foi a parte de "Lesboa" que tu não percebeste?»)

2. Mas que se passa, minha gente? Para quê tanta gravata, coletes, calças com bolsos de lado, cabelos curtos? Têm medo de não serem identificadas como lésbicas? Quer dizer, no meio daquilo ainda corro o risco de acharem que sou hetero (e eu que até nem sou muito feminina)!

3. Por um lado, algumas meninas ainda cheiravam a leite. Por outro, andava lá um grupo de senhoras com idade para serem minhas avós! Não, isto não é uma crítica. Acho isso muito bom!

4. Da próxima vez tenho de falar com as senhoras da organização para colocarem no cartaz as palavras "vestuário indicado" ou "obrigatório". É que deve haver muita gente que não fala inglês e por isso não perceberam o significado de "dress code"... Então meninas? Custa assim tanto? Cortes!

5. Dava jeito algumas indicações estrategicamente colocadas... É que quem nunca lá foi não adivinha onde ficam as coisas...

6. Gente nova a embebedar-se? Vá lá que não vá. (Por exemplo, eu ainda tenho alguns créditos de "tristes figuras" para utilizar). Quarentonas bêbedas a deambular pelo recinto? Como diria a prim'aNa, já não é por alegria mas por "dor de corno" acumulada e não há pachorra para aquilo. Poupem-se.

7. Quanto à música, não é o meu estilo.

«É pá! Mas esta malta só sabe falar mal!»

Nada disso!
Gostei!
Foi giro!
Recomendo!



Post Scriptum - Desta vez já deu para conversar mais calmamente com as senhoras da viagemles e descobrir que, além de serem ambas muito queridas, há uma razão específica para o facto de a Dantins ser tão boa pessoa!! ;)

9 sobreviveram ao "lápis azul":

Dantins disse...

PS?! PS?!
Mulher não me fales desses gajos! Fonix!

Eu sempre te tinha achado uma gayja muito porreira, só não tinha ainda descoberto o porquê ;)

Obrigada pela agradável conversa e ficamos a aguardar novas oportunidades, esperemos que com a namorada mais disponível.

Já agora:

Namorada da gayja
Não me parece que ela tenha usufruído da carta de alforria, parece que não há outra gaja como a gaja dela :)

Bjos da família Dantins

Gayja disse...

Bolas!! Tens toda a razão!! Vou já emendar! Não quero que pensem que tenho algo que ver com essa cambada! ;)

Escusavas era de ter escrito essa última parte... Eu já lhe tinha dito que tinha engatado 3 gajas, cada uma "mais boa" que a outra! Lixaste-me o esquema! ;p

*bjs p/2*

Caramela disse...

Concordo com os 6 pontos que mencionaste. O cliché então nem se fala... Torna-se um bocado cansativo. Já sobre o 7º ponto, a música é do meu estilo se tiver no espirito para isso, que era o caso. Pode ser que numa próxima tenhas mais sorte com a escolha musical.

x-pressiongirl disse...

Estou como a caramela. Concordo em absoluto com os 6 primeiros pontos. Não há paciência para tanta pita sósia da shane que mais parece ter medo de não ser identificada como lésbica pirosa. Muito mau haver tanta gente a não entrar no dress code, mas admito que lingerie branca também não me fica bem.
Agora, gayja a música estava TUDO! Só não gostei da segunda DJ, Mariana Couto, muita música comercial que qualquer pessoa pode ouvir em casa e "Sex Bomb"???

x-pressiongirl

Dantins disse...

A verdade é que tu não passaste a noite inteira connosco. Desapareceste umas três vezes com a desculpa de que ias beber um copo ou ter com as amigas... Amigas?
Hummmmm.... Eh eh eh!

x-pressiongirl disse...

Esqueci-me de um outro ponto positivo: Encontrámos lá as 12 lésbicas! Infelizmente não reparei se a Púdica tinha feito a depilação. ;-)

Gayja disse...

caramela, é mesmo isso, torna-se cansativo porque depois são tooooodas iguais... Todas a achar que estão muito fashion mas todas com mau aspecto! ;p

x-pressiongirl, mas quem é que lhes disse que a Shane é modelo para alguém? Tanta coisa com "ser-se o que se é" para depois afinal serem todas "fotocópias" umas das outras??

dantins, exactamente!! É mesmo isso!! ;) E depois, quando eu voltava era sempre com um sorriso de orelha a orelha, não era? Pois... Aquilo era cada maluca!! ;p

AD disse...

É verdade! Desta vez deu para conversarmos na boa e para confirmar que a Gayja é uma gaja muito fixe!

Bem, o teu sorriso era mesmo rasgado... Gandas "amigas" malucas que tu encontraste pelo caminho ;p

Beijos para vocês e até breve :))

Poppie disse...

Concordo contigo… cliché, cliché, cliché… é o que abunda mais nos meios lgbt... por isso é que quando resolvi assumir-me muita gente se virou para mim com ar incrédulo… porque não sou assim, porque não me visto assim, porque não pareço isto ou aquilo, porque não gosto disto ou daquilo… ainda não foi desta que fui ao lesboa… e até tinha bilhetes… a ver se na próxima apareço por lá, sem clichés, e com esperança que seja no mesmo sítio…