"Ossos do ofício"

Porque é que é perigoso estar a ler em público um Acórdão em que o Tribunal analisa de forma total e absolutamente pervertida uma relação lésbica e no final o meritíssimo ainda tece juízos de valor negativo sobre a questão?

Porque as mãos começam a transpirar, a respiração acelera e de tanto mexer no anel até se causa feridas no dedo.


Por vezes a minha mente viaja e imagino-me a levantar, subir para a mesa e gritar bem alto "INJUSTIÇA"!

Foda-se!

5 sobreviveram ao "lápis azul":

Poppie disse...

és tu com o acordão e eu a ouvir conversas de certos profissionais que deviam ter um pouco mais respeito pelas diferenças humanas e sociais e a cerrar os pulsos debaixo da mesa para não dizer o que devia mas não podia.

palavrascontadas disse...

às vezes melhos, é dar mesmo um murro na mesa e gritar "INJUSTIÇA!"

palavrascontadas disse...

*o melhor

Gayja disse...

Poppie, percebo-te bem... Será que ainda demora muito a chegar o dia em que poderemos dizer duas de verdade a esse tipo de gente sem termos de pensar nas consequências que uma tal exposição pode acarretar?

Cris disse...

A vontade é forte, mas as consequências, de facto, gritam mais alto que a palavra Injustiça. Infelizmente.