Copy - paste

Observo, com curiosidade, os "escândalos" de plágio que vão surgindo "aqui e ali" na blogosfera. E fico a matutar...
Que gozo pode advir de se publicar sob nome próprio algo que se copia de um outro sítio qualquer?


Relativamente ao conteúdo deste meu espaço, obviamente não sou original em nada do que escrevo (conforme diz a minha namorada, "já está tudo inventado desde a Babilónia antiga" e nem esta frase é da sua originalidade!) mas nunca plagiei.
Já ocorreu, mais do que uma vez, em trabalhos académicos realizados a altas horas da madrugada, quando a massa cinzenta começava a não responder à necessidade e urgência dos prazos, sentir a tentação de simplesmente copiar o que outrem havia escrito. Contudo, ainda mais do que o peso da ética e da deontologia, o medo e a previsão da vergonha insuportável que surgiria se fosse "apanhada" sempre me afastaram de cometer esse erro.

De volta a este espaço virtual, duvido que algum dia alguém pudesse ter algum interesse em plagiar qualquer conteúdo que aqui se encontre.
Infelizmente, quanto à forma já não estou assim tão segura e hoje, pela terceira vez desde que criei este espaço, fiquei com a suspeita de que outras pessoas se deixam influenciar demasiado pelo que aqui vêem...

3 sobreviveram ao "lápis azul":

kris disse...

é sempre bom ler opinões diferentes das nossas...devemos aproveitar sempre o bom para a nossa vida..outras experiências e aprender também com elas.

Gosto e leio tudo o que escrevem para mim...e vou lendo muita coisa por ai...agora deixar-me influenciar nunca o fiz..mas pode acontecer...

beijo*

@rco Íris disse...

a primeira coisa que me lembrei foi: tens fãs!

sorry ! beijinhos :)

Gayja disse...

kris, eu também adoro andar a saltitar de blog em blog a absorver informação e as mais diversas influências. Mas tento ter o cuidado de não copiar nada de ninguém (até porque sou demasiado orgulhosa e prefiro fazer mal por mim própria do que fazer bem mas não ser eu a fazer).
Bjs

@rco-íris, goza, goza... tem uma graça... ;) *bjs*