Está a chegar

o natal e com ele o dispêndio estúpido de dinheiro em coisas que não interessam para nada!
Por isso, depois de sugestão da minha namorada, lembrei-me de colocar aqui uma ideia para um presente útil:



"Entende a autora que, «mais importante do que ensinar-lhes que somos todos iguais, é ensinar-lhes que somos todos diferentes e só temos a ganhar com isso. São as diferenças que nos distinguem uns dos outros, e que nos ensinam que o outro não é melhor ou pior que eu, só diferente, e isso é bom».

«Ensinar estes valores do amor, da verdade, da segurança ou da diferença, deve ser feito quando eles são crianças, pois é nessa altura que para eles ser branco, preto, amarelo ou vermelho não faz, na verdade, diferença nenhuma, desde que sejam amados como têm o direito de o ser», acrescentou."

3 sobreviveram ao "lápis azul":

B' disse...

Conheço muitos adultos que deveriam ler esse livro!

Beijinho*

orquídea disse...

Este texto linkado lá para o artigo original devia estar com aviso para NÃO se ir ler os comentários ao mesmo. Chiça, que eu nunca mais aprendo. Já estou mal disposta das entranhas. Óh gente pequenina!...
Beijinhos.

Gayja disse...

B' vem aí o natal e uma boa oportunidade para oferecer assim umas prendas "diferentes"... ;)

orquídea, julguei não ser necessário tal aviso porque isso já faz parte do conhecimento geral. Eu também cometia esse erro e ficava incomodada até ao dia em que a minha namorada me disse "mas porque perdes tempo a ler essas porcarias?". :P
beijinhos