"gap" geracional

Conversa ao almoço com meu pai e irmão:

Gayja: Não percebo o que estes putos têm na cabeça! Estão sempre a arranjar problemas, sempre a meter-se em sarilhos... No meu tempo não era nada disto!

Irmão da Gayja: Pois... Eu há uns dias safei um sobrinho da M. num bar onde houve uma rusga. E depois assisti a uma cena de um pai ir buscar uma miúda dentro do bar e ela a fingir que tinha o telemóvel avariado. Levou um raspanete à entrada do bar...

Gayja: A sério que não entendo. Os putos de hoje só se enterram!

Pai da Gayja: Ó... Até parece que tu não eras tal e qual...

Gayja: Claro que sim! Ou até pior! (em tom de desafio) Mas nunca fui apanhada!

;)

4 sobreviveram ao "lápis azul":

B' disse...

Ahaha,

Os putos de hoje em dia, sinceramente xD

Dantins disse...

Os putos de hoje não têm juízo nenhum, deixam-se apanhar :P

Adorei a resposta :)

Mente Assumida disse...

Mora da história: os putos de hoje são muuuuuuuito mais tótós do que os de há uns anos.

Agora a Menina Gayja imagine que tinha mais cinco aninhos do que os que tem: era um génio, n'era? Ah, poizera!...

Agora veja lá se começa a ter mais respeitinho pelos mais velhos, sim? Linda meniiiiiina...

*

Gayja disse...

B', fala, fala... ;P

Dantins, no teu tempo também não era nada disto, pois não? ;)

Cara Mentezinha, se eu tivesse mais cinco aninhos tinha sido apanhada numa geração que também era tótó q.b. (facto empiricamente comprovado)! E eu até vou tendo respeitinho pelos mais velhos em geral! Só não por alguns em particular... (se é que me entende...;p)

*