(desabafo)

Ainda há quem tenha alguma dificuldade em entender isto: a minha casa é onde a mulher que eu amo estiver. Por muito que possa desagradar a uns ou causar desconforto a outros.

Estou farta de stresses que não têm qualquer sentido!
"Mente a este, oculta daquele, engana o outro". Só bons conselhos! Tudo para me ajudar e facilitar a vida, dizem... Mas no final só piora! Surgem mais exigências, mais cobranças e ainda acusações. Termina sempre da mesma forma: com a tentativa de me fazer sentir mal pelo que faço.

Não funciona! Eu não vou desistir, não vou voltar atrás, não vou ceder!
É a minha vida que está em causa e dessa, para bem ou para mal, por muito que ainda custe a algumas pessoas entender, só eu sei! Não concordam? Problema vosso!

Julgam que estão a zelar pelo meu bem, que eu estou errada? Tudo bem, têm total liberdade para pensar o que quiserem! Mas, ainda que tenham razão, nada podem fazer! Eu tenho o direito de errar, de bater com a cabeça, de viver e seguir o meu próprio caminho: não pode ser de outra forma, jamais seguirei um caminho traçado por outros!

As vitimizações, as ameaças, os julgamentos... de nada servem. A verdade é óbvia: eu não estou a fazer nada de mal!!
Não estou, mesmo! E não entendo qual é a dificuldade em entender algo tão simples!
Eu não estou a fazer nada de mal e estou farta de ser tratada como uma "criminosa"!

É muito simples: eu e a minha namorada não somos uma só, obviamente. Cada uma tem a sua vida e a sua carreira. Mas pretendemos partilhar tudo, tanto quanto possível. Construir o nosso espaço, a nossa vida. E para isso vamos traçando o nosso caminho, juntas.
Se desagrada a alguém, o problema não é meu: é sim de quem não tem noção do seu espaço/lugar na minha vida e acha que tem legitimidade para interferir em espaços que lhe estão vedados.

Um dia o copo enche...

8 sobreviveram ao "lápis azul":

Isa disse...

Como dizem por aqui: "Cada um no seu quadrado"

Troca&Tintas disse...

olá menina Gayja,

Viemos invadir o teu espaço para te fazer um convite.
Dá um salto ao nosso blog e descobre o que estamos a preparar.
Gostariamos ainda de te deixar à vontade para passares o convite a quem desejares.

Até breve.

subtilezas disse...

ai caramba! esta gente cansa! é mesmo de quem não tem nada de deveras importante para pensar ou fazer. que coisa! dassssss

Gayja disse...

Isa, julgo que por cá se diz "cada pardal no seu ninho". ;)

Troca&Tintas, passarei a palavra! :)

Cara subtil, podes crer que cansa... oxalá não esgotem a minha paciência porque o resultado só poderá ser mau...

a disse...

Se cansa! Parece que não tem com que se ocupar, às vezes deviam de olhar bem mais para elas.

Gayja disse...

O problema não é não terem com que se ocupar... é acharem que, lá porque nos são próximas, a nossa vida também é delas... É muito cansativo, mesmo.

Nina disse...

é difícil este assunto. Ninguém tem esse direito. Mas assenhoram-se dele e quer queiramos quer não, deixam-nos pedrinhas no coração, mesmo quando gritamos "para o diabo com isso".

Gayja disse...

Sim, deixam-nos pedrinhas e por isso depois fico imenso tempo a matutar nestas coisas...
A minha sorte é que (sei que devia ter vergonha de dizer isto mas sou assim orgulhosamente) tenho um talento enorme para fazer sofrer quem me magoa e, mais cedo ou mais tarde, acabo por retribuir a "dor".