(ando a tentar segurar-me...)

Quem tem convivido comigo sabe que tenho vindo a desenvolver uma enorme intolerância por qualquer notícia que envolva o nome do Sr. Dr. Lopes da Mota.

Este caso, as reacções e declarações dos diversos políticos, as (re)acções de alguns magistrados, a veiculação (manipulação?) de "informação" pelos jornalistas ou responsáveis pelos meios de comunicação social e todos os comentários que têm sido publicados nos últimos tempos a este respeito são o mais claro e perfeito reflexo do nojo de gente que tem destaque neste país.

O que temos? Um país de completos "analfabetos", interesseiros, intriguistas, de gente que escarra nos valores, na ética e na deontologia e que é incapaz de um mínimo de respeito ou de, pelo menos, tentar saber "o que" e "como" se passam as coisas na realidade antes de acusar, julgar e condenar publicamente quem quer que seja.

Estas pessoas, às vezes, fazem-me perder a esperança e levam-me a pensar que não vale a pena.
Nada vale a pena.
Porque no final, são estes que se safam. Não os certinhos, os correctos, os respeitadores. No final, quem sai a ganhar são sempre os fihos da puta.

2 sobreviveram ao "lápis azul":

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Assino por baixo!

Gayja disse...

:)