Logo ali, do outro lado da Europa:


Queria dizer qualquer coisa mas a aberração é tal que nem sei o que dizer.

Deixo aqui o meu contributo: porque não também proibir a divulgação dos iogurtes de morango? É que se a ideia é passarmos a fazer leis simplesmente porque nos apetece ou porque qualquer coisa nos desagrada, a mim desagradam-me muito os iogurtes de morango! Não lhes suporto nem o cheiro!
Aaaah... Não posso dizer que é só porque não gosto (isso ia parecer preconceituoso, não era?). Tenho de disfarçar com outra desculpa!
Pois bem: proponho a proibição da publicidade aos iogurtes de morango para proteger as mentes inocentes das crianças daquelas imagens de morangos a serem destruídos para misturar no iogurte. É que todos sabem que isso pode ter um efeito negativo e torná-las possíveis assassinas de morangos quando crescerem!
Assim está melhor?


(e depois venham me dizer que as Marchas LGBT não são importantes...)

via

4 sobreviveram ao "lápis azul":

Caramela disse...

Estou contigo, também não suporto nem o cheiro de iogurtes de morango. Acho uma excelente ideia a proibição de publicidade aos mesmos... Apesar de não conseguir arranjar assim uma desculpa remotamente inteligente para isso.
Enfim... Tristeza lá na Lituânia.

Cris (Mahinder Kaur) disse...

O proibido é o mais apetecido...
E já agora, não se dará o caso de a gayja ser alérgica aos morangos?

Leonor disse...

É no mínimo vergonhoso... Uma lei destas é digna de um país muçulmano... Não de um país como a Lituânia... Mas pelos visto estou enganada...

Gayja disse...

Caramela, já se viu que não há qualquer necessidade de desculpas remotamente inteligentes. Qualquer desculpa esfarrapada serve! (veja-se o exemplo da Lituânia...)

Cris, estás a insinuar que depois toda a gente ia querer iogurte de morango?! Ó meu deus! Não! Isso nããããããooooooo!

Leonor, país muçulmano, católico, laico... Nós somos um país laico e ainda assim... ora olha bem pró estado em que está este nosso cantinho...