Intervalos do estudo...

Já tinha lido aqui acerca dos dois novos partidos aprovados pelo T. C.

Em relação ao Movimento Esperança Portugal ainda não tive tempo para me informar em profundidade mas só o nome já diz muito (ou mesmo tudo)...
Li as ideias expostas relativamente à área da justiça e a conclusão é: escrevem muito mas não dizem nada (tem muitas letras na exposição de ideias mas no final, bem espremidinho, não fica conteúdo algum). Além disso não dizem nada de novo e o que defendem é o que já vem sendo feito há alguns anos...
(E agora aqui entre nós que ninguém nos lê... É pá... a Laurinda Alves? Por amor de deus... Será preciso escrever mais alguma coisa?)

Já quanto ao Movimento Mérito e Sociedade, fiquei algo entusiasmada com o que ontem li no Mundo Universitário desta semana.
Na página 4 encontra-se uma entrevista a Eduardo Correia e uma coluna "Ponto por Ponto" através da qual fiquei a saber a posição daquele senhor em relação a temas "fracturantes" (agora passo a vida a usar esta palavra no gozo...):

Aborto: "(...) Sou a favor da despenalização do aborto."

Casamento e adopção homossexual (o que quer isto dizer? alguém me explica?): "(...) Devemos ter o direito de casar e viver com quem muito bem entendermos. (...) Na adopção o que importa é a criança ter carinho. Se é criada por um homem, uma mulher, dois homens, duas mulheres, uma avó, por amor de Deus... Temos de parar de catalogar as pessoas dessa forma. (...)"

Drogas: "(...) sou contra a liberalização da venda de droga, mas não o consumo. (...)"

Referendos: "(...) Só utilizam o referendo em matérias em que não se querem comprometer, por medo de perder votos. (...)"


Fiquei entusiasmada com o que li! Cheguei a casa e lá fui espreitar o site deles. Como dizia pouco, fui ler o Manifesto.

Comecei logo a ter comichão!!
Chiça!!
Vade retro seu liberal camuflado!! (se calhar não tão camuflado quanto isso, eu é que estava desatenta)

Concluindo: dois partidos novos mas, definitivamente, nada de novo.

6 sobreviveram ao "lápis azul":

orquídea disse...

Ah! Tu estavas com esperança? Enfim, meritória, mas como se vê pouco sumo, que nem de laranja é.
Acho melhor voltares para os estudos que com estes não se aprende grande coisa, não. :)
Beijo

Anônimo disse...

Não conhecia o MEP, mas o MMS conheço e bem, isto porque o Eduardo Correia foi meu professor e digo apenas isto: Se ele for tão bom 1º ministro como foi professor então estamos FOD****.

Ele é de facto um liberal camuflado. Entusiasma as pessoas com o seu discurso cativante e diferente do habitual discurso politico mas a verdade é que ele é apenas mais um conservador que tem manias que é muito inovador e liberal.

Não sei se reparaste mas no manifesto do partido ele diz que os conceitos de esquerda e direito não fazem sentido porque estão ultrapassados e que o MMS não se identifica com nenhum deles. Pois eu cá acho que ele se posiciona algures no meio da direita...

Ora ainda bem que foste ler o manifesto e acordaste =)

Gayja disse...

orquídea, a esperança é a última a morrer...
Conheces aquilo que se diz de o partido "Os Verdes" ser o partido melão? Vou ter de procurar um fruto qualquer que seja laranja por dentro... ;)

anónimo, isto é mesmo sorte! Escrever práki uma posta e aparecer alguém que conhece a pessoa em causa de perto! Também fiquei com a sensação que ele diz que não é de esquerda nem de direita mas tem T-U-D-O de direita... ;)

Rebeca disse...

Se ouvires o Eduardo Correia a falar sobre o MMS ficas com uma opinião ainda pior, ele só fala nele, perguntas quem mais lá está e ele diz "Eu faço isto, eu faço aquilo"
One man show......
Se o homem ganhar alguma coisa, estamos bem aranjados.

Gayja disse...

lol Era mesmo isso que precisávamos na política portuguesa: mais um egocêntrico!
Ainda não tive oportunidade de o ouvir...

Rebeca disse...

Já agora, vai ver www.liberal-social.org .

Pode ser que gostes, e não te ponhas de pé atrás com o nome... :P

Tem algumas ideias interessantes :P