(nostalgia - cont.)

Continuando o tema que se vinha desenvolvendo...

Quase todas as minha orais em Erasmus tiveram qualquer coisa de novo para mim.
Uma foi aquela que relatei abaixo em que o Professor entornou a água toda.

Outra situação caricata passou-se numa oral que me estava a correr bastante bem.
Não estava nervosa, estava à vontade na matéria e conseguia responder a todas as questões que o Professor me colocava.
Para terminar, ele fez-me uma pergunta na qual utilizou um termo, que agora não me consigo lembrar qual era, que eu pensei que tinha um determinado significado.
Só que, entendendo aquela palavra como eu entendia, aquela pergunta não tinha lógica nenhuma! Pedi-lhe que repetisse. Ele repetiu e eu continuei na mesma. Comecei a folhear a lei, à procura da resposta mas eu nem estava a perceber a pergunta!
Como tenho a mania de não ficar calada, fui dizendo coisas que pensei que pudessem estar de alguma forma relacionadas com o que ele perguntava.
Mas não era nada daquilo que ele queria. Ao fim de pouco tempo desistiu e mandou-me sair. Atribui-me uma nota bastante razoável. Mas eu fiquei a matutar naquilo...
Assim que cheguei a casa, fui ao dicionário e.... aaaaaaaah! Bolas! Era isto?!?! Merda, merda, merda! Tarde demais...
Lição aprendida: se não sabes o significado de uma palavra, o melhor mesmo é perguntar em vez de começar a inventar!

Outra engraçada aconteceu numa outra oral para a qual eu me sentia bem preparada e por isso estava bastante calma. Muito calma mesmo. Demasiado calma...
Também era com o sistema de sorteio e 20 minutos de preparação. Foram à "sala de espera" chamar-me para o sorteio. Eu lá fui, relaxada e com um sorriso nos lábios. Entrei na sala, cumprimentei os Professores e o Monitor e escolhi um envelope.
Peguei e comecei a tentar abri-lo. Mas a abertura não descolava! Tentei pelo outro lado... nada! Dei voltas ao envelope e aquela merda não abria!! Comecei a ficar nervosa... A Professora levantou-se e ajudou-me. Quando finalmente consegui abrir o dito, o Professor olhou para mim com um grande sorriso e disse "pronto! A parte mais difícil já está!"
(E se fosses gozar com o caracinhas, pensei eu....)

Isto pode não ter qualquer sentido, mas tenho a sensação que as coisas correm-me melhor quando ando a stressar vários dias antes. Quando levo as coisas com calma, no momento em que começo a oral entro em pânico! Quando já vou para lá em pânico, depois de começar vou acalmando. E isto é um bocado estúpido... eu sei...

6 sobreviveram ao "lápis azul":

B' disse...

Então, stressa muito agora que depois corre tudo bem! ;)

Ana disse...

Antes isso que passar o tempo todo a stressar, não é? :)

Anônimo disse...

oh... eu nao achei que o professor estivesse a gozar, até foi super simpático!

orquídea disse...

Olá! Tens um selo lá no estaminé para o apanhares. É o que dá ser boa, mesmo que "quase louca" :p

beijinhos

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Então, onde anda a gayja? Espero que esteja tudo a correr bem.

xuxu disse...

bem já vi que já lhe deram o selo! mas olhe aqui vai mais um!"do meu" blogue!